Hotelaria 4.0

O melhor do mundo da Tecnologia aplicado à realidade da Hotelaria.

Procura: big data

18.mai.2017 | Inovação, Gestão

Fontes de Dados: o Pilar do Business Analytics

A hierarquia da inteligência, no âmbito do Business Intelligence, reconhece que, para alcançar conhecimento e transformá-lo em sabedoria, é necessário haver informação de qualidade, sendo a informação o resultado do processamento, organização e estruturação dos dados, num determinado contexto. Pode por isso dizer-se que os dados são a base da sabedoria. Sem dados, não poderemos ter informações relacionadas com negócios, extrair conhecimento dos mesmos e tomar decisões informadas e sensatas. Conforme referido pelo Professor W. Edwards Deming, conhecido estatístico: “confiamos em Deus; todos os outros tragam dados”.

12.abr.2017 | Inovação, Gestão

Machine Learning – o que é e qual o seu impacto na Hotelaria?

Machine Learning é uma das buzzwords do momento – mas o que é exatamente? São várias as definições possíveis e variam de acordo com o propósito e tema associado, mas, de uma forma geral, todas convergem para a ideia de que é um dos métodos para chegar à Inteligência Artificial (a capacidade dada a máquinas para imitarem comportamento humano inteligente). Assim, o Machine Learning diz respeito ao desenvolvimento de programas computacionais que automaticamente sejam capazes de melhorar e aprender com a experiência, sem serem especificamente instruídos para o fazer.

08.fev.2017 | Marketing, Inovação, Gestão

Big Data – aplica-se a todos os Hotéis?

A Gartner, no seu glossário de TI, define Big Data como: “conjuntos de dados de grande volume, velocidade e/ou variedade, que exigem formas inovadoras e rentáveis de processamento da informação, permitindo uma visão amplificada para a tomada de decisão e automação de processos” (tradução livre). A definição dos 3 V’s, como é amplamente conhecida, deve-se ao volume (a quantidade de dados), à velocidade (a rapidez de input e output) e à variedade (diversidade de tipos e fontes de dados). Como seria expectável, estes 3 V’s estão também presentes nos dados a que os hotéis têm acesso.

01.fev.2017 | Operações Hoteleiras, Gestão

O que é o Business Intelligence e para que serve na Hotelaria?

O Business Intelligence é sem dúvida uma das buzzwords do panorama internacional. Com as tecnologias da informação a provocar muito impacto nas empresas e na forma como olhamos para os negócios, actualmente, para acompanhar as tendências é preciso inovar constantemente e ter como suporte as próprias tecnologias, de forma a poderem ser tomadas decisões assertivas e inteligentes.

25.jan.2017 | Operações Hoteleiras, Segurança

BIG Cuidado!

No meu post anterior elenquei sem desenvolver aqueles que, de acordo com Bob Braun, são os 5 pontos mais relevantes para a cibersegurança na hotelaria: • Conformidade não é segurança; • Resposta informada é melhor que resposta imediata; • Cartões de crédito não são o único risco; • Não existe cibersegurança sem atender ao fator humano; • É necessária uma cultura de cibersegurança nos hotéis. Nos pontos acima não existe desde logo uma hierarquia, sendo que estão em grande medida interligados. Assim, e porque o objetivo destes artigos é começar a atalhar caminho irei começar por uma questão que liga estes 5 pontos de forma transversal – A privacidade, proteção e tratamento de dados pessoais.

11.jan.2017 | Gestão

Visualizar antes de decidir: como a visualização dos dados é determinante para a sua compreensão

Ao contrário dos computadores, os humanos não possuem grande capacidade para processar enormes quantidades de dados, especialmente se os mesmos estiverem representados na forma de extensos relatórios com inúmeras linhas e colunas. Contudo, quando a informação é representada visualmente e agregada de alguma forma, o cérebro humano é capaz de rapidamente detetar padrões, compreender tendências e detetar anomalias. Por esta razão, a visualização dos dados é uma característica essencial em qualquer executivo de mente analítica.

04.jan.2017 | Segurança

Venha de lá o ciberhoteleiro!

"Onde estão os meus dados?" "E se eu ficar sem Internet?" Estas eram perguntas que há 10 anos me colocavam quando andava pelos hotéis a falar de sistemas na cloud. São perguntas perfeitamente legítimas e que encerram um conjunto de preocupações importantes para quem tinha a obrigação de manter um negócio a funcionar.

04.jan.2017 | Operações Hoteleiras, Marketing, Gestão

Big Data: a porta para a Gestão Hoteleira do futuro!

Bytes, Petabytes, Zetabytes...??? Será um idioma novo? Na verdade, sim – a cada dia são gerados cerca de 2,5 quintiliões de bytes de dados. E o que fazemos com isso?!

04.jan.2017 | Inovação, Gestão

Como a Hotelaria pode crescer com a Data Science

Num conhecido artigo publicado em 2012 na Harvard Business Review, os autores Tomas H. Davenport e D. J. Patil apontavam que data scientist seria “a profissão mais sexy do século XXI”.